QUE DIFERENÇA FARÁ ... DAQUI A 100 ANOS (OU ANTES) SE VOCÊ ...?

Que diferença fará...daqui a cem anos se você:...?

 
- Morou em palacete, Mansão - ou em uma casa alugada ou em sua própria casa de taipa?
- Se usou roupas caras, de boa e famosa marca  - ou simples roupas compradas em liquidação?
- Se passou férias na Europa - ou no quintal de sua casa?
- Se comeu peru ou file- mignon - ou feijão com farinha?
- Se dormiu em colchão de espuma - em rede, numa rústica esteira ou no chão?
- Se possuiu seu próprio carro - ou andava de ônibus, de bicicleta ou a pés?
- Se teve empregados às suas ordens - ou recebia ordens de um patrão?
- Se andou sobre tapetes macios - ou num áspero chão de cimento?
- Se pertenceu à alta classe social - ou era um simples e pobre cidadão?
- Se teve 100 milhões reservados no banco - ou vivia num aperto tremendo?

 Que diferença fará isso daqui a 100 anos?
 Nenhuma! Absolutamente nenhuma!
 Entretanto... fará muitíssima diferença daqui a 100 anos (ou antes) se você é hoje uma pessoa boa ou má, e assim permanecer até a morte.
se é uma pessoa convertida ou não, se tenta fazer a vontade de Deus, praticando os seus mandamentos ou prefere fazer a sua vontade, desobedecendo a lei e vontade divina, se tenta viver uma vida de santidade e virtuosa ou prefere viver na obstinação do pecado, acumulando e praticando-os mais e mais. se daqui a 100 anos (ou antes) morrer na graça, fidelidade e amizade de Deus ou se morrer na prática e escravidão do pecado como inimigo de Deus. Pois esse fato DETERMINARÁ se daqui a 100 anos ( ...) você estará no céu ou no inferno!
 Isso, sim, fará muita diferença não somente daqui a 100 anos, mas por toda a eternidade.
 O que você fizer do seu tempo na Terra, fará muita diferença em sua vida, não só daqui a cem anos, mas por toda a eternidade. Por essa razão vale a pena pensar no que realmente tem valor duradouro e eterno, considerando-se que você é um ser que tem um espirito que por natureza é imortal; é um ser que, de cujos atos terá que prestar contas à Deus, Cf: 2° Coríntios 5, 10.
 Jesus Cristo alertou: Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro (através do roubo, da exploração, da fraude, da injustiça, da venda de drogas, da prostituição e demais pecados) e justamente por isso perder a sua alma, a sua salvação eterna, ser condenado por toda eternidade ao inferno, à infelicidade eterna. Confira: Marcos 8, 36.
 leia ainda: Romanos 1, 18-32; 2, 4-8; 1° Coríntios 6, 9-10. 12-19; Gálatas 5, 13-24; 2° Timóteo 3, 1-4. 8-9; 1° Pedro 4, 1-4; 2° Pedro 2, 4-22; 3, 3-15; Apocalipse 21, 7-8; Provébios 1, 22-33; Isaias 5, 11-14. 18-24; 2°timóteo 6, 6-14; Tiago 5, 1-6; 1° Pedro 1, 15; Romanos 6, 11-13. 16. 19-23; 8, 5-9; 12, 1-2. 9-21; 13, 12-14; 1° Tessalonicenses 4, 3-8; Colossenses 3, 5-10.
Pense nisso, pois não é um simples caso de religião, mas sim, de inteligência, de passar uma eternidade feliz no céu ou infeliz no inferno.
 Muitos dizem que o inferno após a morte não existe, dizem que o inferno é aqui, entretanto, das duas afirmações só uma é verdadeira:
 Ou o inferno existe ou Jesus Cristo é mentiroso ! ! Chamar Jesus Cristo que é a própria verdade, o caminho e a vida( João 14, 6) de mentiroso é uma grande e grave blasfêmia influenciada pelo diabo pai da mentira( joão 8, 44) concordar com a segunda afirmação é pedir à justiça divina a sua eterna condenação ! ! Portanto, dentre 100 anos no máximo, nós que vivemos neste momento, teremos já encontrado a morte e naquele ponto, logo após a morte ( Hb 9, 27) acreditemos ou não acreditemos, estaremos no paraíso ou no inferno ( Lc 16, 22-23; Apoc 6, 9-10 ...)
 Fonte : www.larcatolico.webnode.com.br/news/que-diferença-fara-daqui-a-100-anos-se-vocẽ ...
 
*********************************************************************************************************************************************************************
 
O QUE DEUS NÃO VAI PERGUNTAR?
 
 
 
Algumas preferem curtir os prazeres da carne e deixar para pensar nisso(na sua vida espiritual) mais tarde, quando a velhice se aproximar. Ora, se não temos nem o hoje seguro, como podemos garantir o nosso amanhã ou mais longos anos de vida?
Embora tendo espírito imortal, muitos homens não vivem como tal. Mesmo sabendo que a vida no corpo físico é frágil e passageira, desejam vivê-la como se fosse eterna ou como se nunca tivesse que prestar contas( das suas ações ) com Deus. Aqueles que passaram a vida aqui na terra sem pensar ou tentar conquistar o céu, irão lembrar dele no primeiro segundo que estIverem no inferno, porém, inútilmente pois será tarde demais.
E é assim que, ao sentirem a aproximação da linha de chegada, de passarem para a eternidade, se desesperam na tentativa de encontrar as respostas certas e se reconciliarem com Deus em pouquíssimo tempo que lhe resta.
Entretanto, você terá, sim, um tribunal que lhe pedirá contas do que fez ou deixou de fazer com tudo o que foi lhe oferecido para seu estágio no corpo físico. de fato, está escrito: " Todos temos que comparecer perante o tribunal de Deus " ( cf. Romanos 14, 10; 2° Coríntios 5, 10; Hebreus 9, 27 ).
Assim, poderemos fazer uma prévia do que Deus não vai nos perguntar.
Deus não vai perguntar que tipo de carro você costumava dirigir, mas vai perguntar quantas pessoas que necessitavam de ajuda você transportou.
Deus não vai perguntar qual o tamanho da sua casa, mas vai perguntar quantas pessoas você abrigou nela.
Deus não vai fazer perguntas sobre as roupas do seu armário, mas vai perguntar quantas pessoas você ajudou a vestir, doando suas roupas.
Deus não vai perguntar o montante de seus bens materiais, mas vai perguntar em que medida eles ditaram sua vida. Em que medida o aproximou através do amor e obediência de Deus e através da caridade do seu semelhante, se o adquiriu digna e justamente.
Deus não vai perguntar qual foi o seu maior salário, mas vai perguntar se você comprometeu o seu caráter para obtê-lo, se fez mau uso dele, gastando-o para a prática do mal e com o pecado. ou se o usou para o bem.
Deus não vai perguntar quantas promoções você recebeu, mas vai perguntar de que forma você promoveu os outros.
Deus não vai perguntar qual foi o cargo que você ocupava, mas vai perguntar se você desempenhou seu trabalho com o melhor de suas habilidades e sem injustiça com os funcionários, companheiros de trabalhos ou clientes.
Deus não vai perguntar quantos amigos você teve, mas vai perguntar de quantas pessoas você foi um bom e fiel amigo.
Deus não vai perguntar o que você fez para proteger seus direitos, mas vai perguntar o que você fez para garantir os direitos dos outros.
Deus não vai perguntar em que bairro você morou, mas vai perguntar como você tratou seus vizinhos.
Deus não vai perguntar quantas horas você viveu na terra, mas vai perguntar o que de certo e qual o bem que você fez das suas horas.
Deus não vai perguntar quem foram seus familiares e parentes, mas vai perguntar sobre a sua boa relação com eles.
Deus não vai perguntar se houve obstáculos em seu caminho, mas vai perguntar sobre os esforços que fez para superá-los.
Deus não vai perguntar sobre o patrimônio que você deixou para seus herdeiros, mas vai querer saber das riquezas espirituais que levará na bagagem.
Deus não vai perguntar apenas qual o mal que evitou, mas também o bem que praticou.
E somente você saberá que respostas terá para dar.
Pense nisso! E procure desde já, viver praticando a caridade, justiça, honestidade, bondade, pureza, santidade ... Pois estas e demais virtudes lhe ajudarão apresentar a Deus boas e meritórias respostas.
Jesus assegurou que a cada um será dado segundo suas obras ( cf. Mt 16, 27; Rm 2, 6; Apoc 22, 12 ) Porém, somente as boas obras( ações), fruto de uma fé sincera e ativa em Jesus Cristo, praticadas em estado de graça (Tg 2, 14-17. 24. 26; Apoc 3, 2; Gl 6, 9 ... ) Podem garantir a tua eterna salvação. As obras que pesarem mais na balança da justiça divina vão decidir o teu eterno destino.
Assim sendo, não adianta pensar em desculpas pelo que fez ou deixou de fazer, pois Deus, vai lhe perguntar, sim, sobre seu desempenho, muito embora já saiba de todas as respostas.
Pense nisso e comece a viver e agir como verdadeiro cristão agora! Perserverando na prática do bem e da santidade até o fim da sua vida terrena!

 

Contacto

Larcatolico (86) 99964-9541 aquinocatequista@hotmail.com